Presa do Padre Pedro

quinta-feira, março 31, 2005

Dois poemas de Ruy Ventura

11.
nenhum retrato
permitirá entender.
as linhas desfazem o corpo que representam.
um chapéu esvoaça sobre o vale.
o fumo eleva a resina.
não a dos pinheiros.
a da seiva que se descobre
no limiar da casa.

31.
fotografo tudo.
mas nada encontro
para revelar.


Ruy Ventura, in sete capítulos do mundo. Black Son Editores, 2003.