Presa do Padre Pedro

domingo, maio 22, 2005

Ficções, 7


«D. Quixote, em Junho de 2004, prepara a investida contra os Aerogeradores»

JCB, acrílico sobre papel

7 Comments:

  • Gostei bastante! Só não percebi porque é que aparece a palavra rocinante? Podes explicar?
    luís

    By Anonymous Anônimo, at 8:33 PM  

  • gostei muitíssimo.

    By Anonymous Márcia, at 7:32 PM  

  • Ó Luís: a pergunta tem água (baldes, presas, albufeiras...) no bico... Claro que percebeste porquê o Rocinante...
    =jc=

    By Blogger PadrePedro, at 9:25 PM  

  • Se eu percebesse não perguntava, não achas?! Já li o D. Quixote e sei perfeitamente que o cavalo dele é o rocinante, como toda a gente sabe. Não percebo porque que motivos escreveste a palavra na pintura. Não tenho no bico nem uma molécula de água da resposta!
    luís

    By Anonymous Anônimo, at 7:36 PM  

  • Também não saberei explicar porquê. O desenho era assim que deveria ficar - soube-o quando terminei o desenho e não o rasguei. O nome, «Rocinante», teria que ficar ali escrito. Sabes, Luís? Acredito que Deus, as mais das vezes, joga aos dados...

    jc

    By Blogger PadrePedro, at 9:56 PM  

  • Estavas a dizer que eu devia ter percebido, e afinal também não sabes explicar! Que confusão! Parece que Deus joga mesmo aos dados, e tu também!

    By Anonymous Anônimo, at 6:58 PM  

  • Sabes o que não tenho dúvidas em explicar, Luís? Que duas batatas mais duas batatas são quatro batatas. Estás a ver?

    By Blogger PadrePedro, at 10:48 PM  

Postar um comentário

<< Home